O pão dos filhos e a fome do Pai…

Como qualquer miúdo, os meus filhos pelam-se por actividades culinárias que envolvam farinha, mexer com uma colher de pau ou meter as mãos na massa (literalmente).

São fãs das noites de pizza… os gémeos mais da parte de fazer a pizza e de comer os ingredientes do que comer a pizza pronta, ela de todo o processo, sobretudo a parte de comer a pizza!

Adoram fazer bolachas… aqui o que gostam mesmo é da parte final… comer as bolachas… todas… em menos de nada!!

Desta vez resolvi fazer pão com eles. Já tinha feito outras vezes, mas depois de os deitar.

Tenho feito com base numa receita que encontrei aqui. Fiz apenas metade e substituí a farinha normal por farinha de espelta (que tinha comprado num sítio fantástico, onde se encontra tudo e mais alguma coisa a granel), na esperança de que dê para compensar os cocholates que como.

Assim que perceberam que a coisa envolvia farinha, água e sujar as mãos todos eles quiseram ajudar (ou melhor, participar daquilo que lhes pareceu uma festa)!

Na parte de amassar à mão a cozinha transformou-se num estado de sítio. Despejaram farinha na bancada (ainda estamos a trabalhar a aquisição de conceitos… como é o caso de “um pouco“), puseram as mãos na massa (se a amassaram ou não é que já não sei dizer) e passaram as mãos pela roupa, cara e cabelo… se não fosse a nuvem de farinha que pairava pela cozinha, teriam ficado com uma bela fotografia do seu disfarce de “enfarinhados“.

Depois distos, os gémeos fartaram-se da “brincadeira“. A mais velha voltou quando chegou a altura de dar forma ao pão… ela é que decidiu que seriam bolas e até fez uma bola de pão mais pequena especificamente para ela

IMG_3635

Os miúdos foram para a cama logo depois de pôr os pães no forno e o Pai (ou “o meu filho adolescente“) chegou pouco depois de os tirar do forno, estava eu a adormecer os gémeos.

Juro que demorei pouco mais de 5 minutos… a sério!!! Assim que chego à cozinha tenho este cenário… o meu filho adolescente, que como qualquer adolescente está sempre esganado de fome, engoliu (duvido que tenha tido tempo de mastigar) quase metade dos pães!!!!

E qual foi o pão que ele comeu primeiro? Pois claro… o mais pequeno!! Achou que era apenas um bocado de massa que tinha sobrado, do qual eu tinha feito uma bola pequena…

IMG_3638

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s