O melhor presente

Quando nasceram, os gémeos “trouxeram” (que é como quem diz, os pais compraram para a mais velha, para ter a certeza que a primeira impressão dos manos era a melhor) dois presentes à mana (para eles, “nana”) – um conjunto de lápis, canetas, cadernos, autocolantes, etc, que ela usou até gastar tudo; e uma trotineta que ainda hoje usa (e que eles começam a querer usar). 

No início não lhes ligou muito… Eram apenas dois bebés que passavam o dia a dormir, a comer e a chorar. 

Aos poucos eles foram tomando consciência dela e ela começou a vê-los com outros olhos. 

Hoje em dia, 2 anos depois, não se largam e ela defende-os como uma mãe leoa defende os filhos. 

Eles abraçam-na como não nos abraçam a nós e ela é muito carinhosa com eles (de fazer derreter os pólos). 

São sempre assim? Claro que não! Também gritam uns com os outros… Eles só só têm 2 anos e só querem brincar com os brinquedos da “nana” e ela, que já tem 5 anos, às vezes quer brincar sozinha… Ela já 5 anos e às vezes quer brincar com eles e eles, que só têm 2 anos, raramente fazem o que a “nana” diz…

É por tudo isto que eles são o melhor presente que ela podia ter recebido e ea o melhor presente que eles podiam ter à espera!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s